bebe mariah
Introdução alimentar
março 18, 2019
autismo mariah

autismo mariah

O autismo

O autismo, atualmente denominado Transtorno do Espectro Autista (TEA) é um transtorno do neurodesenvolvimento que compromete a interação social, a comunicação da criança e sua imaginação.

O diagnóstico de TEA passou a englobar três quadros clínicos principais: Autismo clássico (aquele tipo mais conhecido, em que há um comprometimento nas áreas de interação, comportamento e linguagem, além de relevante déficit cognitivo), o Autismo de Alto funcionamento (ou Síndrome de Asperger: os portadores conseguem se expressar através da fala e são muito inteligentes, acima da média da população) e Distúrbio Global do Desenvolvimento (tem características do TEA, como alteração de interação e comportamento, mas não há um diagnóstico fechado).

A causa dessa síndrome ainda é desconhecida e seu diagnóstico é basicamente clínico, não havendo nenhum exame complementar específico que o confirme!!

Ela pode ser classificada em graus, desde graus leves, aonde o portador consegue levar uma vida mais próxima do normal até quadros mais graves, interferindo nas relações interpessoais, autonomia pessoal e comprometimento da fala.

Os sintomas do autismo costumam aparecer antes dos 3 anos de idade, pois esta é uma fase em que a criança já aprendeu a se comunicar de alguma forma, mas é possível diagnosticar o TEA (Transtorno do Espectro Autista) já no primeiro ano de vida, e quanto antes for diagnosticado melhor, pois as crianças podem desenvolver habilidades fundamentais para a sua reabilitação, como maior autonomia e comunicação, sendo o melhor momento para se tentar resolver as dificuldades.

O TEA compreende um conjunto de comportamentos agrupados em:

• Comprometimento da comunicação social

• Dificuldade na interação social

• Atividades restritivas e repetitivas

Destaco também o papel da família, da escola e do ambiente de convívio da criança, pois eles possuem um papel fundamental no acompanhamento e tratamento de pequenos com autismo.

Vamos ficar atentos papais e mamães!! Qualquer alteração, dúvidas, ou “cisma” que vocês tenham, não deixem de procurar o seu médico de confiança!!